Descubra tudo sobre Bitcoin!

O que é o Bitcoin?

Bitcoin (símbolo: ₿; abrev: BTC ou XBT) é uma criptomoeda, uma forma de dinheiro digital, que é encriptado para o qual existem carteiras próprias digitais, cujas emissões e transações de valor não são controlados por qualquer identidade central, funcionam antes de forma consensual, encriptada e descentralizada (Peer-to-Peer). Estas transações são feitas por uma rede computadores distribuídos pelo mundo, o histórico das transações é aberto e transparente, sendo guardado numa base de dados chamada Blockchain. Os computadores que confirmam as transações e descobrem os novos blocos de bitcoin são os “”mineiros”, estes são recompensados com as taxas das transações e os novos blocos descobertos. Só vão estar em circulação no total 21 Milhões de Bitcoins. O Bitcoin foi apresentado pela primeira vez em Outubro de 2008 por Satoshi Nakamoto e a sua versão inicial de software em 03 de Janeiro de 2009. O primeiro Bloco, chamado de “ Genesis Block ” contém a seguinte mensagem; “The Times 03/Jan/2009 Chancellor on brink of second bailout for banks”. No âmbito financeiro, semelhante ao ouro pode ser considerado um ativo especulativo ,dinheiro commodity ou um bem de troca (dinheiro).

O Bitcoin é legal?

Até agora o Bitcoin não foi proibido, no entanto alguns países restringem muito ou limitam o licenciamento de entidades como “exchanges” de Bitcoin.

Total controlo sobre o dinheiro

Com o Bitcoin não existe a necessidade de uma terceira entidade confiável para assegurar os pagamentos, com a sua tecnologia Blockchain todas as transações são imutáveis e uma vez feitas não podem ser revertidas.

O Bitcoin não discrimina

O Bitcoin é de tal forma descentralizado que não importa quem o utiliza, o utilizador não é obrigado a identificar-se na rede, possibilitando o poder de participar na economia global, ainda hoje existem milhões de pessoas sem acesso a uma conta bancária por discriminação, não possuírem identidade ou viverem em locais de difícil acesso. Para muitos pode ser a possibilidade de guardar valor, ter um algo para trocar ou transacionar em segurança, tornando-se assim a única forma de participar na economia global.

O Bitcoin não é anônimo

Qualquer transação emitida para a Blockchain é pública. Qualquer pessoa pode ver o seu saldo e transações efetuadas, mas a entidade do utilizador por detrás do endereço permanece desconhecida, mas também podem haver fugas de informação, por exemplo, a conta associada ao endereço de uma loja/serviço online. Conheça o monero a criptomoeda anónima e privada.

O preço do Bitcoin é volátil

O preço do bitcoin oscila frequentemente, podendo atingir altos e baixos em curtos espaços de tempo, deve ser visto como um ativo de alto risco, nunca deve aplicar o dinheiro que não pode perder.

Pagamentos são irreversíveis

Qualquer transação que seja emitida e complete confirmações é impossível de ser revertida, apenas pode reembolsada pelo utilizador que recebeu os fundos. É importante que tenha confiança para quem está a enviar os fundos. Hoje já existem serviços que oferecem proteção ao consumidor.

Transações não confirmadas não são seguras

As transações efetuadas não confirmadas, não são seguras. A confirmação de transações são importante para saber se um determinado montante de bitcoin já não foi utilizado em outra transação (double-spending). Assim as confirmações de Bitcoin são um elemento essencial, ao qual se deve prestar atenção. Uma confirmação pode demorar poucos segundos ou até noventa minutos, sendo que a média é 10 minutos, este tempo pode variar de acordo com o congestionamento da rede ou o valor da taxa pago pela transação. Espere sempre por algumas confirmações para ter a certeza que transação é efetuada.

A Carteira

Como todo o dinheiro o Bitcoin também deve ser guardado numa carteira, existem dois tipos de carteiras:Hot wallet, conectadas à internet, no smartphone, computador ou online, normalmente com o propósito de ser uma conta-corrente; Cold wallet, não conectadas à internet em dispositivos só com o propósito de guardar o saldo, como uma conta poupança, as melhor são as hardware wallets, mas também pode ser uma simples paper wallet que é basicamente a chave privada “private key” e o endereço da carteira “public key” impressos ou então uma “seed phase”. É muito importante proteger a sua private key, pois com ela, hackers podem roubar os seus fundos, não as mostre a alguém, mantenha sempre os softwares das carteiras atualizados e não utilize serviços que não tenha controlo sobre as suas chaves privadas.

É muito importante proteger sua chave privada porque, com ela, os hackers podem roubar seus fundos, não divulgar a ninguém, manter sempre as carteiras de software atualizadas e não usar serviços que ponham em risco o controle sobre suas chaves privadas.

Mineração de Bitcoin

A mineração de Bitcoin é o processo de adicionar blocos (o registo das transações) à Blockchain em sequência e compatível com o bloco anterior, desde o Bloco #0, Genesis Block, até ao último bloco e onde estão registadas todas as transações realizadas na rede, é utilizada para distinguir as transações legítimas das tentativas de “double-spending”. A mineração é feita por computadores com alta capacidade de processamento, hoje já existem máquinas construídas especialmente para esta operação. Estas máquinas têm um software especial que resolve problemas de matemática e em troca recebe as taxas da transação e Block Reward que é o incentivo para mais pessoas minerarem mantendo a rede segura, protegida e estável.

Uma vez que seja atingido o limite de 21 Milhões de Bitcoins, não vão ser mais gerados e os mineiros irão ser somente recompensados com as taxas das transações. Os primeiros blocos premiavam os utilizadores com 50 Bitcoins por bloco, mas a recompensa cai para metade a cada 21 Mil Blocos, o que aconteceu a primeira vez no dia 28 de Novembro de 2012, caindo para 25 e assim consequentemente, pode acompanhar aqui a próxima data.

Taxas da blockchain

A taxa de blockchain também conhecida como “miners fee” é o custo das transações de bitcoin, que é cobrada aos utilizadores que executam transações. A taxa é cobrada para recompensar os mineiros e continuarem a manter a rede.

A taxa de transação também é como uma ferramenta para acelerar as taxas de transação, já que muitas vezes as transações são lentas devido ao congestionamento da rede, quanto menor a taxa de transação da Blockchain menor a prioridade da transação na rede Bitcoin, se o utilizador pretender uma transação atempadamente, deve pagar uma taxa mais alta para aliciar os participantes da rede a confirmarem a transação.

Lightning Network

A Lightning Network adiciona outra camada à blockchain do Bitcoin e permite que os utilizadores criem canais de pagamento entre eles nessa camada extra mais rapidamente e com taxas mínimas. Funciona da seguinte forma, os utilizadores realizam transações fora da rede principal entre eles e em seguida registam-nas como uma única transação.

O mais interessante sobre esta tecnologia, é que uma vez que amplamente adoptada, você não vai precisar de de configurar um canal dedicado para enviar fundos para outra pessoa, vai ser possível enviar pagamentos para qualquer pessoa utilizando outros canais com pessoas que já está conectado, o sistema irá encontrar o caminho mais curto. Com isto será um dia possível pagar um café praticamente sem taxas.